Quer aprender a criar
apresentações incríveis? 
logo-apresentacoes-magicas 

 

 

Videos institucionais e Empresariais - Passo a passo

SAIBA COMO GERENCIAR UM TRABALHO DE UMA PRODUTORA DE VÍDEO, OBTENDO O MELHOR RESULTADO COM O INVESTIMENTO FEITO.

Este artigo procura auxiliar profissionais que pretendem saber quais são os passos necessários para se chegar ao final do processo com um vídeo que realmente ajude nos negócios da empresa.

Fonte: http://cinematika.com.br/passo-a-passo-na-criacao-de-video-institucional-e-empresarial-parte-1/

Você ainda não fechou com sua produtora de vídeo?
Leia então um artigo sobre Dicas ao se Contratar uma Produtora de Vídeo.

FOI FECHADA A PRODUÇÃO DE UM VÍDEO EMPRESARIAL, E AGORA?

Com o aumento da aplicação de vídeos comerciais pelas empresas tornou-se comum profissionais que nunca antes haviam contratado este tipo de serviço se encontrarem responsáveis pelo gerenciamento desta produção.

Este tipo de serviço exige um acompanhamento próximo, de modo a contribuir para a criação. Abaixo seguem os passos que irão lhe ajudar neste processo.

ENTENDENDO O PROCESSO DE CRIAÇÃO:

Uma obra audiovisual é realizada em 03 etapas distintas:

  • Pré-Produção: É a parte do planejamento da execução das tarefas e é muito importante a presença do contratante. As principais atividades desenvolvidas nesta etapa são: escolha de referências, criação de roteiro, estudo de datas de gravação e a escolha de locutores/apresentadores/atores;
  • Produção: É a gravação das novas imagens. É a execução e solução de atividades técnicas, criativas e operacionais como controle da ordem do dia, transporte de pessoal e equipamentos, direção de atores e não atores e desprodução ao final da diária. A criação da arte gráfica e motion design também podemm ser inclusos nesta etapa;
  • Pós-Produção: É a finalização na ilha de edição. A partir do roteiro criado, a edição junta diversos elementos como locução, trilhas sonoras, artes gráficas e imagens para a finalização do filme. É uma etapa altamente criativa que rende muito mais quando há um roteiro bem criado e uma boa decupagem do material de produção;

Depois de familiarizado em linhas gerais o processo, fica mais fácil entender o passo a passo de uma produção audiovisual empresarial.

  • Antes de efetivamente as câmeras entrarem em ação, há um trabalho importantíssimo de planejamento, pré-produção e criação do vídeo empresarial.

PARTE 1: A PRÉ-PRODUÇÃO & PLANEJAMENTO
Prazo de Execução: Normalmente entre 07 e 21 dias.

Passo 1: Levantamento de Marketing (Público-Alvo, Diferenciais e o Processo de Compra):
Não se pode avançar em uma comunicação empresarial sem antes saber quem irá assistir ao filme (público-alvo), o conteúdo estratégico do filme (diferenciais) e a estratégia de exibição dentro do processo de decisão de compra.

Mesmo em vídeos de exibição interna este levantamento é necessário, com outra abordagem.
Mas é sempre fundamental definir o perfil de quem irá assistir ao filme, porquê irá assistir e a mensagem que queremos que seja passada neste filme.
Em um vídeo de integração, por exemplo, precisamos definir quem irá assistir (novos funcionários ou visitantes?), porquê irá assistir (segurança do trabalho ou política da empresa?) e a mensagem (um vídeo de boas-vindas ou de segurança?).

É comum este planejamento indicar um caminho um pouco diferente do que o cliente inicialmente estava pensando em seguir, depois de uma análise das informações de marketing.

Passo 2: Estudo de Referências
Referências são outros filmes que podem ser úteis no processo de criação do vídeo para sua empresa.

Embora a proposta já esteja fechada e portanto definidos os recursos a serem utilizados, podem ser adotadas diferentes estratégias criativas. Converse com sua produtora de vídeo sobre a viabilidade da utilização de diferentes recursos narrativos.

A Cinemátika mantém on-line seu acervo de filmes, com dezenas de trabalhos entregues a seus clientes e que são uma excelente referência de como pode ser o vídeo para sua empresa. Use-o com bom gosto e entre em contato caso necessário.

E o briefing? O briefing é um documento fundamental, porém pressupõe-se que ele já tenha sido feito anteriormente, antes da contratação da produtora de vídeo.

Passo 3: Criação do Roteiro
O roteiro será criado com base nas conclusões da análise das informações de marketing e das referências estudadas.

O roteiro é o “projeto do filme” a ser criado, com a previsão dos principais elementos narrativos. É fundamental que você o leia na íntegra com atenção. Veja se ele atende suas necessidades de comunicação.

Este é o momento certo de você fazer suas considerações. Coloque sua opinião e solicite que o roteirista recrie trechos do roteiro, caso necessário. Procure evitar você mesmo reescrever o roteiro, coloque suas considerações em separado e deixe que o roteiro seja feito por um profissional especializado.

Curiosidade: você sabe por que em um vídeo empresarial não se costuma fazer “storyboard”? Pois este tipo de trabalho está mais próximo de um trabalho documental onde existe a interpretação de uma realidade e não se aplicam “storyboards”, do que uma produção ficcional em um ambiente controlável e previsível.

(Entretanto, vídeos empresariais com recursos ficcionais, como atores, cenários e estúdio, podem exigir “storyboards”).

Passo 4: A Escolha do Locutor
Pela experiência da Cinemátika, dê preferência por locutores que trabalham com publicidade. Entretanto, locutores de rádio podem ser uma solução econômica em casos onde tem-se uma verba reduzida.

No casting de vozes da Cinemátika você encontra diversas vozes de locutores que trabalham em parceria conosco, com os mais diversos perfis.

PARTES 2 E 3: A PRODUÇÃO E A PÓS-PRODUÇÃO

GERENCIANDO A PRODUÇÃO E PÓS-PRODUÇÃO DE VÍDEOS EMPRESARIAIS.

PARTE 2: A PRODUÇÃO
Prazo de Execução: Entre 14 e 21 dias;

Passo 5: A Gravação de Novas Imagens

Depois de definido as referências e o roteiro, já podemos partir para a gravação de novas imagens. Nesta etapa, a contratante não precisa se preocupar com detalhes técnicos, como o tipo ou modelo de câmera, ou os movimentos de câmera que deverão ser utilizados. Estas decisões fazem parte da direção do filme e pressupõe-se que já tenham sido discutidos durante a criação do roteiro e das referências.

O planejamento da empresa contratante é fundamental para uma boa produção. Perceba que em um vídeo empresarial a produtora não tem acesso a informações como agenda dos diretores, clientes que serão entrevistados, cronograma de manutenção das áreas produtivas, etc. O cliente atua dando todas as condições para que a produtora de vídeo tenha as melhores condições para fazer seu trabalho.

Tenha certeza que os funcionários e a segurança estão a par da gravação. Verifique horários. Disponibilize uniformes novos, caso necessário. Sugiro a leitura de um check-list para o dia de gravação de vídeo na sua empresa;

Caso hajam apresentadores, entrevistas ou cenas de estúdio, elas também se encaixam nesta etapa.

Passo 6: A Criação da Arte Gráfica 

A Computação gráfica ajuda a tangenciar aspectos subjetivos em um filme. Ela será feita de acordo com a pesquisa das non prescription erection pills referências levantadas no passo anterior de produção e conforme combinado com sua produtora. Dependendo do trabalho, você poderá receber “style-frames” da animação, que nada mais é do que “fotografias” da animação, antes de ser animada efetivamente.

Passo 7: A Gravação da Locução

Após a escolha do locutor e a aprovação do roteiro, pode-se já gravar a locução. Esta etapa é relativamente simples.

A contratante precisa apenas estar atenta para que o roteiro aprovado reflita exatamente os objetivos da empresa, assim evitando regravações da locução. Há custos extras com cachê do locutor e pagamento do horário do estúdio, que seriam repassados a contratante.

PARTE 3: A FINALIZAÇÃO
Prazo de Execução: Entre 14 e 21 dias;

Juntar imagens, locução, computação gráfica, material de arquivo, fotos, trilhas sonoras, entrevistas... uma boa edição é a arte de juntar inúmeras peças e fazer um bom filme.

Passo 8: A Escolha das Trilhas Sonoras

Utilizar boas referências na parte de pré-produção irá ajudar muito na parte de finalização e na escolha das trilhas para o filme. Deixe esta parte para a produtora e o diretor do filme. Passe, caso necessário, orientações de como sua empresa gostaria de a trilha fosse: mais bossa-nova, toque de Morricone, light rock, lounge, etc.

Passo 9: Edição do Vídeo

Um editor de vídeo tem uma tarefa parecida com a de um quebra-cabeças: precisa juntas inúmeras peças e dar um formato uniforme, coerente e agradável ao filme. Ele irá juntar as imagens gravadas, com imagens de arquivo, com fotos, com entrevistas, com trilha sonora, com efeitos, com computação gráfica… e no final o filme estará pronto.

Solicitando revisões no vídeo:
A empresa contratante poderá solicitar revisões, e é normal que hajam ajustes a serem feitos no vídeo. Mas é necessário ter um pouco de precisão e detalhamento ao solicitar um revisão. Não basta dizer que uma cena deve ser retirada, é necessário indicar a minutagem (tempo exato que a cena aparece) e o motivo na qual precisa ser retirada. Se houver indicações do que deve entrar no lugar de uma cena retirada, tanto melhor. Estes cuidados evitam que o processo de revisão torne-se uma etapa demorada e desgastante para ambas as partes.

Novamente, as referências de produção na etapa 1 irão ajudar bastante na finalização do processo de edição.
A edição é a última etapa, daqui o filme estará pronto para exibição.

PARTE 4: EXIBINDO O VÍDEO PARA SEU PÚBLICO ALVO

Para que seu vídeo atinja o maior número possível de pessoas do público alvo, é necessário uma estratégia de comunicação integrada que nasce muito antes mesmo do briefing de vídeo.

O vídeo é um dos investimentos com melhor relação custo/benefício que uma empresa pode investir, observar alguns detalhes a cerca de sua exibição ajudarão a potencializar mais este investimento. Futuramente voltaremos a falar sobre estratégias de exibição de vídeos empresariais.